ABAD entrega propostas para desburocratização ao Ministério da Economia

Durante solenidade, presidente Emerson Destro repassou ao representante do órgão uma lista com sugestões do setor

Durante a solenidade de abertura da 39ª Convenção Anual do Canal Indireto – ABAD 2019 ATIBAIA, realizada na noite desta terça-feira (23), o presidente da entidade e anfitrião do evento, Emerson Destro, entregou a representante do Ministério da Economia propostas do setor atacadista para a desburocratização.

Fábio Augusto Luiz Pina, subsecretário de Desenvolvimento de Comércio e Serviços da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia, representando o secretário Carlos Alexandre Jorge da Costa, recebeu das mãos do presidente Destro um documento elaborado pela ABAD e suas filiadas estaduais com as propostas e sugestões do setor para iniciativas de desburocratização que visam impulsionar a atividade empreendedora no país.

Ele agradeceu a contribuição do setor e prometeu para muito breve, cerca de duas semanas, um pacote de medidas nesse sentido que devem dar um novo ânimo ao setor produtivo. “São medidas de simplificação focadas na indústria e do comércio, que conseguimos implementar sem ter de passar pelo Congresso e que farão toda diferença na vida do empresariado.”

Pina disse ainda que a intenção do governo, nos próximos dez anos, é baixar a carga tributária para um percentual próximo de 20% do PIB, mas que “só e possível falar em reforma tributária se for equacionada a questão da Previdência, que foi acertadamente escolhida por esse governo como a primeira batalha a ser vencida. E será vencida, mas para isso é fundamental o apoio dos senhores”, reforçou. “Esse apoio nos ajudará a implementar o projeto de um Brasil muito melhor, com uma organização burocrática e tributária que atraia o empresário, e que não apavore todos, como tem sido nos últimos anos”, finalizou.

Destro também destacou a atuação política da ABAD, em parceria com a UNECS (União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços), que tem colocado o peso dos setores de comércio e serviços em prol da aprovação das medidas que o setor considera relevantes para o país.

CLIQUE AQUI para ver a íntegra do documento com as propostas do setor atacadista e distribuidor.

O evento, que acontece entre os dias 23 e 25 de abril, conta com o apoio de importantes empresas, entre grandes indústrias de bens de consumo e os principais fornecedores de produtos e serviços para o setor. Conheça todos os patrocinadores:

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.