UNECS apresenta principais pleitos de 2019 a Hamilton Mourão

George Pinheiro entregou também ao vice-presidente da República um documento com demandas específicas do atacado distribuidor

O vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, recebeu a comitiva da União Nacional de Entidades do Comércio e Serviços – UNECS na tarde de segunda-feira (11 de fevereiro), em Brasília. As reformas da previdência e tributária foram os temas de maior relevância tratados no encontro. O presidente da Confederação das Associações Comerciais e Empresariais do Brasil (CACB), George Pinheiro, que também preside a UNECS, entregou ao vice-presidente um material com os pleitos do setor de comércio e serviços em 2019. Ele também repassou a ele um documento com demandas específicas do atacado distribuidor e um ofício assinado pelo presidente da ABAD, Emerson Destro, que não pode estar presente na ocasião.

Pinheiro iniciou o encontro fazendo uma breve apresentação para detalhar a representatividade da entidade e o trabalho feito em conjunto com a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Comércio, Serviços e Empreendedorismo (Frente CSE).

Além da aprovação da reforma da Previdência, o documento cita o Trabalho efetivo na simplificação e racionalização das obrigações tributárias e administrativas; o combate à verticalização do sistema financeiro no país e suas nefastas consequências para a sociedade, como o elevado spread bancário e os altíssimos custos atrelados aos meios de pagamento; a facilitação do empreender e o incentivo à geração de emprego, por meio da manutenção da legislação trabalhista atual e adoção de novas medidas que possam contribuir para simplificar e modernizar as relações de trabalho; entre outros.

Mourão exaltou o trabalho feito pela UNECS junto aos parlamentares brasileiros na luta pelos pleitos que defendem. Deixou clara a importância das reformas para que o Brasil não se afogue em uma crise ainda maior e disse querer manter o contato com o grupo, dado o valor da representação que tem a UNECS.

Pinheiro definiu o encontro como muito positivo e afirmou estar seguro de que o governo vai trabalhar duro pela aprovação das reformas. “Nós precisamos que a economia brasileira volte para os trilhos e vamos trabalhar por isso junto ao novo governo e aos nossos parlamentares”, declarou.

Além de George Pinheiro, estiveram na reunião o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, da Anamaco, Cláudio Conz, da Afrac, Zenon Leite, e da Abras, João Sanzovo, além de um representante da CNDL.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.