ABAD homenageia indústria com prêmio Fornecedor Nota 10

Nielsen apresenta cenário de consumo no Brasil e pesquisa Categorias em Destaque

Durante o Encontro de Valor também foram conhecidas as empresas agraciadas neste ano com o prêmio Fornecedor Nota 10, que reconhece os melhores fornecedores do setor em 12 cestas de produtos e visa reforçar a importância estratégica da parceria entre Indústria e agentes de distribuição. Os vencedores são escolhidos por votação, da qual participam os atacadistas e distribuidores associados à ABAD.

Os ganhadores receberam seus troféus das mãos do presidente da ABAD, Emerson Destro, e do diretor da Nielsen Claudio Czarnobai.

Confira as empresas vencedoras: CIA. MELITTA (Bazar), HEINEKEN (Bebidas alcoólicas), COCA-COLA (Bebidas não alcoólicas), PROCTER & GAMBLE (Beleza), UNILEVER (Caldos, molhos e ondimentos), MONDELEZ (Candies), COLGATE PALMOLIVE (Higiene pessoal), RECKITT BENCKISER (Limpeza caseira), NESTLÉ (Mercearia doce), PEPSICO (Mercearia salgada), MARS (Pet) e BRF (Refrigerados).

Categorias em Destaque

Antes da premiação, Cláudio Czarnobai, diretor da Nielsen, fez uma breve apresentação do cenário de consumo, com o desempenho das 143 categorias Nielsen, destacando o comportamento cada vez mais consciente e seletivo do consumidor, o que resultou em retração, em valor, em diversas categorias. Entre as 143 categorias, 13 mostraram estabilidade, 45 tiveram crescimento e 85 apresentaram retração.

CLIQUE AQUI para ver a apresentação

Segundo a Nielsen, foi a atuação do atacado distribuidor, em parceria com a indústria, com embalagens diferenciadas, packs e promoções, que contribuiu para que a retração identificada não fosse ainda maior. A apresentação ajudou a contextualizar o estudo Categorias em Destaque, realizado pela Nielsen com algumas categorias selecionadas por seu impacto no setor atacadista e distribuidor.

A pesquisa fez o levantamento dos dados junto ao varejo de vizinhança em todo o Brasil, destacando produtos como cerveja e chocolate, que cresceram em faturamento e volume. Esse estudo está detalhado na edição de novembro da revista Distribuição, que pode ser acessada AQUI.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.