Encontro na Bahia reúne atacadistas e distribuidores do Nordeste

Presente no evento, que teve cerca de 2 mil participantes, o presidente Emerson Destro destacou a força da união das filiadas do NE

Terminou no domingo (09) em Guarajuba, litoral norte baiano, o 2º Encontro Anual dos Agentes de Distribuição do Nordeste, paralelo ao 16º Encontro Anual da Bahia (ASDAB), que aconteceu de 6 a 9 de setembro. Cerca de duas mil pessoas participaram do evento, que combinou negócios, capacitação e entretenimento no Vila Galé Marés Resort. Além de atacadistas e distribuidores, estiveram pressentes representantes da indústria, varejo, além de autoridades.

“Apesar das dificuldades da nossa economia, os agentes de distribuição do Nordeste demonstraram sua força e se superaram neste grande evento. O encontro é fiel na sua causa, com dois parâmetros básicos: conhecimento e negócios. Com certeza, todos que aqui chegaram, estão saindo melhores do que entraram”, afirmou Antonio Cabral, presidente da Associação dos Agentes de Distribuição da Bahia (ASDAB), entidade que coordena a organização do evento.

Além de várias palestras, incluindo as dos jornalistas Ricardo Boechat e Eliane Cantanhêde, o encontro contou com uma feira de negócios, onde dezenas de indústria e fornecedores de serviços apresentaram novidades, inclusive novos produtos, além de estreitarem relacionamento e gerarem novas oportunidades de negócios.

O presidente da Associação Brasileira dos Atacadistas e Distribuidores (ABAD), Emerson Destro, presente no evento, ficou destacou a qualidade do encontro. “Mostrou a união das filiadas da ABAD no Nordeste em prol do desenvolvimento do setor, com apoio das indústrias e fornecedores de serviços. Foram dias completos, de muito conhecimento, informação, além de lazer. Uma experiência muito boa”, citou.

Na oportunidade, ele falou também sobre as expectativas do setor. Para Destro, tendo em vista os resultados acumulados no primeiro semestre, vai ser difícil conseguir um crescimento real este ano.  “Mas, sendo otimista, já que estamos indo para o fim do ano e com a definição do novo governo, podemos, talvez, fechar no zero a zero em termos reais”, disse.

Com relação à expectativa do novo governo, Destro acha que quem assumir terá de ser propositivo. “A sociedade não suporta mais essa situação de inércia e indefinição que estão fazendo com que a roda pare de girar. Temos de acreditar que as mudanças virão e virão logo.  Será um processo gradual de retomada, mas as ações serão necessárias já na largada”, declarou.

Em relação aos negócios do setor atacadista distribuidor, ele acredita que o cenário atual é de observação. “Temos de trabalhar e buscar oportunidades. Em um momento de crise, temos de olhar para dentro da empresa e não pensar apenas em redução de custo. Temos de buscar as oportunidades: novas indústrias, novos produtos, novos clientes, ou seja, o que dá para fazer diferente. É preciso inovar”, enfatizou.

Parceria

O Banco do Nordeste e a Associação dos Agentes de Distribuição da Bahia (ASDAB) acertaram uma parceria para implementação de um núcleo de atendimento direto aos distribuidores. O acordo foi selado durante encontro do gerente de negócios do Banco na Bahia, Lauro Ramos, o presidente da ASDAB, Antonio Cabral, e o diretor Roque Santos.

Ramos destacou a relação de parceria entre o BNB com o segmento atacadista e distribuidor baiano. O objetivo do núcleo, segundo ele, será facilitar o acesso ao crédito, proporcionando as informações necessárias e mecanismos mais rápidos. O banco também convidou os representantes da ASDAB para o seu encontro regional, que acontecerá dia 17, e que discutirá o Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste, o que proporcionará a possibilidade de um orçamento próprio para o segmento.

Conquista 

Alguns dos principais itens do portfólio do segmento atacadista e distribuidor na Bahia serão removidos do regime de substituição tributária, a partir de 1º de janeiro de 2019. A conquista foi obtida pelo setor após pleito apresentado pela ASDAB. A decisão da Secretaria estadual da Fazenda (Sefaz) vai impactar positivamente nas categorias de chocolates, salgadinhos, mistura para bolo, lâmina de barbear, fraldas, absorventes, creme dental e outros itens de higiene pessoal.

O anúncio foi feito pelo presidente da ASDAB, Antonio Cabral, durante a abertura do evento. “Com muita alegria informo a todos vocês que o nosso pleito foi atendido pelo governo baiano. O regime de substituição tributária será revogado nas principais categorias de operação do setor. Esta medida significa um grande triunfo para que possamos nos fortalecer pelos próximos quatro anos, até o movimento de suspensão total de incentivos, em 2022”, afirmou.

*Com informações de Pedro Carvalho, assessor de Comunicação da ASDAB

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.