Estudo mostra consumidores abastecendo-se no comércio local

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Uma pesquisa realizada pela Mastercard no fim de 2020 para compreender melhor os hábitos de compras dos consumidores após o período de confinamento, comprova que 76% dos brasileiros descobriram e começaram a consumir em pequenos e médios varejistas do bairro durante o confinamento e 91% continuarão com essa preferência depois da pandemia. O principal objetivo é ajudar os comércios a se recuperarem no cenário pós crise.

Para desenvolver o estudo, a Mastercard realizou uma pesquisa em 13 países da América Latina e Caribe, entre eles: Brasil, México, Chile, Colômbia, Argentina e Peru. Dentre os entrevistados brasileiros, 64% estão ativamente comprando para ajudar as lojas independentes, 87% disseram que os últimos meses os tornaram mais conscientes dos necessitados e 88% revelaram que sentem um maior senso de comunidade agora.

As pequenas e médias empresas possuem um papel vital na economia nacional, mas foram severamente afetadas pela crise de saúde pública deste ano, segundo o Sebrae, a estimativa é que de 20% a 25% das MPEs fechem por causa da pandemia. A Mastercard segue ajudando os heróis locais a se recuperarem alocando US$ 250 milhões em todo o mundo para apoiá-los neste momento. Na América Latina e Caribe, foram introduzidas uma série de iniciativas, incluindo o lançamento dos Aliados Digitais da Mastercard (uma coalizão focada na aceleração da transformação digital de pequenas empresas).

“As PMEs desenvolvem um papel fundamental na economia. Incentivar o comércio local, traz benefícios efetivos para a comunidade, que descobre boas opções próximas de suas casas e impulsiona a rotatividade da economia de maneira eficaz. Durante a pandemia, passamos a oferecer alguns serviços gratuitos para PMEs, contando também com a ajuda de parceiros. No Brasil, lançamos a plataforma “Aliados Digitais”, para ajudá-los no processo de transformação digital, oferecendo diversos serviços gratuitos. A recuperação da economia começa à nossa porta e nesse momento precisamos agir como agentes de transformações positivas. Quando ajudamos as nossas comunidades, estamos fomentando a economia além do âmbito regional”, afirma Ana Paula Lapa, vice-presidente de Inovação Produtos da Mastercard para o Brasil e Cone Sul.

Fonte: Newtrade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos da doença na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Acesse:

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos do Covid-19 na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Clique na animação para vizualizar:

POLÍTICA DE Privacidade: Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação.