PIX promete revolucionar os pagamentos no varejo

  • Compartilhar
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O Ministério da Economia e o Banco Central do Brasil realizaram nesta terça-feira (7) evento que apresentou o Novo Sistema de Pagamentos Eletrônicos Brasileiro (PIX). No encontro, foram abordadas as perspectivas do PIX com foco no varejo brasileiro e foram apresentadas as características do Sistema, as informações sobre tarifação e as soluções ao setor, assim como os passos que o varejista precisará dar para aceitar o PIX em seu estabelecimento.

Foram destacadas as 7 características que tornam o PIX único:

  • Velocidade – redução do tempo entre as transações financeiras e pagamentos;
  • Disponibilidade plena – o funcionamento 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias do ano;
  • Multiplicidade de casos de usos – inclui todos e qualquer meio e tipos de pagamentos;
  • Conveniência – o pagamento por QR Code tanto nos pequenos negócios quanto nos médios e grandes;
  • Informações agregadas – conciliação das informações de pagamento junto ao sistema financeiro;
  • Ambiente aberto – estímulo à competição, no momento 980 instituições estão em processo de adesão ao PIX; e a segurança do Sistema.

As transferências feita pelo PIX ocorrerão diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transação menores.

O PIX será gratuito para pessoa física, mas para o recebedor terá tarifas mínimas a serem cobradas pelas operações. O Banco Central informou que haverá redução significativa de custos da transação para o varejista.

O Banco Central destacou ainda que o projeto que permitirá saques dentro das redes varejistas está em andamento e o detalhamento das suas diretrizes será divulgado em agosto.

O principal objetivo do BC com a ação é aumentar a eficiência e a competitividade do mercado de pagamentos do varejo no Brasil, por meio da criação de um novo modelo que ajudará no processo de eletronização do mercado brasileiro. O PIX estará disponível para a população brasileira a partir de novembro de 2020.

Nos dias 8 e 9 de julho, o BC também realiza pelo seu canal no YouTube o painel virtual Conexão PIX, que tratará das principais dúvidas sobre o sistema trazidas pelas empresas participantes.

ACESSE para ver esses e outros vídeos sobre o PIX.

Fontes: Sites CNN Brasil e CNDL

  • Tags

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *