Sebrae lança protocolos de retomada setoriais para pequenos negócios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Com o fim gradual das medidas de isolamento social determinadas para enfrentamento da pandemia do coronavírus, os protocolos de retomada serão os principais aliados dos empresários no retorno às atividades. Pensando nisso, o Sebrae desenvolveu um conjunto de documentos com base em informações oficiais para micro e pequenas empresas no retorno às atividades.

A inciativa do Sebrae, que foi apresentada na terça-feira, durante live realizada no canal do YouTube da instituição, abrange 47 segmentos entre os mais atingidos pela crise. CLIQUE AQUI para acessar os protocolos.

Participaram do encontro, além do presidente do Sebrae, Carlos Melles; os diretores Técnico da instituição, Bruno Quick; e de Administração e Finanças, Eduardo Diogo. O debate contou ainda com as participações do secretário especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), do Ministério da Economia, Carlos Da Costa; da coordenadora geral de Saúde do Trabalhador, do Ministério da Saúde, Karla Baêta, e do presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), Paulo Solmucci Júnior, e do diretor da Associação Brasileira do Varejo Têxtil (Abvtex), Edmundo Lima. A ABAD foi representada pelo superintendente executivo, Oscar Attisano.

“Os protocolos darão mais segurança aos varejistas” explicou Carlos Melles. Segundo o presidente do Sebrae, esse conjunto de conteúdos produzidos pela instituição com o apoio de entidades setoriais vai unir a economia, buscando mais proteção. Já o secretário Carlos Da Costa elogiou a atuação do Sebrae na elaboração dos protocolos que beneficiarão principalmente os pequenos negócios. Assim como os demais debatedores, ele ressaltou a necessidade de todos os setores se reunirem na retomada da economia. “Temos que superar todas as dificuldades e dar a volta por cima”, ressaltou o secretário. A coordenadora do Ministério da Saúde, Karla Baêta, lembrou que no momento da retomada é necessária a união de todos. “Tem que haver uma harmonização nas informações nesse momento”, diz ela.

Paulo Solmucci e Edmundo Lima concordaram com a avaliação dos demais participantes da live e destacaram que tanto o setor têxtil, quanto o segmento dos bares e restaurantes, também esperam dias melhores, principalmente em alguns municípios onde o comércio começa a retornar, como São Paulo.

Food Service

A associação nacional de bares e restaurantes, representada pelo Abrasel, também criou uma página para apoiar o segmento de bares e restaurantes no processo de retomada. Com vídeos, conteúdos exclusivos, além de comunidades colaborativas com a presença de especialistas e empresários de todo o Brasil, a entidade oferece uma rede de profissionais que dão dicas e informações práticas, rápidas e gratuitas para ajudar no processo de retomada das atividades. CLIQUE para conhecer.

BAIXE também o protocolo da ABAD para o setor atacadista e distribuidor.

* Com informações da Agência Sebrae de Notícias

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *