Em discurso para lojistas, Bolsonaro critica lucros da Petrobras

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

O presidente Jair Bolsonaro voltou a falar sobre o preço dos combustíveis durante sua participação na abertura da 56ª Convenção Nacional do Comércio Lojista, em Campos do Jordão (SP), no último dia 13 de maio. Ele disse esperar que, com a troca no comando do Ministério de Minas e Energia, seja possível fazer com que a estatal, que domina o mercado de petróleo no país, cumpra sua função social.

Bolsonaro foi agraciado com o Prêmio Mérito Lojista, que há 42 anos reconhece as personalidades que se destacaram em suas atividades pelo desenvolvimento do setor de Comércio e Serviços. O Troféu Deusa da Fortuna foi entregue ao presidente por José César da Costa, presidente da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Em seu discurso, o presidente da CNDL destacou que a presença do presidente da República na Convenção é um reconhecimento do setor de comércio e serviços como força motriz para o desenvolvimento de país. Costa listou ainda algumas das ações do Governo Federal que beneficiaram o empreendedorismo brasileiro, em especial as empesas de comércio e serviços.

 Bolsonaro falou também sobre o Auxílio Emergencial, que socorreu milhões de brasileiros que se viram sem renda de uma hora para outra com as restrições sanitárias impostas pelos governos estaduais e municipais, por conta da pandemia da covid-19. Também destacou o aumento do volume de água nos reservatórios brasileiros e os investimentos em energia solar e eólica, impactando no crescimento da produção de energia limpa no Brasil, segundo informou. Comentou ainda sobre a inflação e o impacto da guerra Rússia x Ucrânia na economia brasileira.

O presidente da ABAD, Leonardo Miguel Severini, participou da solenidade e, em breve cumprimento, reforçou a Bolsonaro o convite para participar da Convenção Anual da ABAD.

Também estiveram presentes na cerimônia o ministro-chefe da Secretaria-Geral e General de Exército, Luiz Eduardo Ramos; o ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Paulo Alvim; os ex-ministros Tarcísio Freitas e Marcos Pontes; o prefeito de Campos do Jordão, Marcelo Padovan; o presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Carlos Melles; e os deputados federais Carla Zambelli, Efraim Filho, General Pernelli e Marco Bertaiolli.

Apas Show

O presidente Leonardo Miguel Severini também participou da solenidade de abertura da Apas Show na segunda-feira, dia 16 de maio. O presidente da República, Jair Bolsonaro, também esteve na cerimônia. A maior feira de supermercados do mundo e a maior feira de alimentos e bebidas das Américas, retorna depois de dois anos de interrupção devido à pandemia da Covid-19. A ABAD, pela primeira vez, teve um estande na feira para servir de suporte para os atacadistas e distribuidores do país que participam do evento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos da doença na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Acesse:

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos do Covid-19 na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Clique na animação para vizualizar:

POLÍTICA DE Privacidade: Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação.