ADERJ perde seu presidente Couto

ABAD se solidariza com os amigos da ADERJ e familiares e lamenta profundamente a perda deste grande homem

O presidente da Associação de Atacadistas e Distribuidores do Estado do Rio de Janeiro (ADERJ), José Bastos Couto, faleceu no último sábado (23/02), em Niterói, na região metropolitana do Rio de Janeiro.

José Basto Couto, 76 anos, foi um dos fundadores da ADERJ e lutava contra um câncer. Nasceu em Portugal, mas migrou para o Brasil aos 16 anos estabelecendo-se na cidade do Rio de Janeiro onde criou a Tejo Distribuidora de Alimentos Ltda.

Seu Couto, como gostava de ser chamado, se despediu da vida em plena atividade, administrando a empresa até muito recentemente.

Durante o velório – que teve a urna coberta pela bandeira da ADERJ, uma faixa simbolizando Portugal e uma bandeira do time do Botafogo, uma de suas grandes paixões –, foram prestadas várias homenagens, entre elas a do corpo de funcionários da filiada.

O pastor Jorge, amigo de José Bastos Couto, fez um culto ecumênico falando da importância da vida e da nobreza da morte, enaltecendo as muitas qualidades do presidente da ADERJ e lembrando que era um homem de fé, e de todas as qualidades necessárias a um cristão e assim seria recebido com festa por Deus.

O presidente em exercício da ADERJ, Joilson Barcelos, disse que Couto é um daqueles homens insubstituíveis e emocionado complementou – “ele parte deixando muito dele e levando um pouco de cada um de nós.”

José Bastos Couto deixa a mulher Neuza Mozer e os filhos Gabriel, José, André e as enteadas Ana Carolina e Carla.

A ABAD se solidariza com os amigos da ADERJ e familiares e lamenta profundamente a perda deste grande homem, que sempre batalhou para manter vivo o espírito associativista e dedicou parte de sua vida à entidade e ao setor atacadista distribuidor.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.