Aspa: Concurso de leitura chega à etapa final

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

A estudante Beatriz Vitória Oliveira da Costa (10 anos), da cidade de Itapetim, aluna da Escola Municipal Antônio Pianco Sobrinho, foi a grande vencedora do 11º Concurso Ler Bem, realizado no dia 07 de outubro pela Associação Pernambucana de Atacadistas e Distribuidores (Aspa).

O segundo lugar ficou com Isa Maria Macedo (10 anos), da cidade de Dormentes, aluna da Escola Municipal Francisco Coelho de Macedo, e o terceiro lugar com o estudante José Gabriel de Araújo (10 anos), do município de Pombos, aluno da Escola Municipal Prefeito José João da Silva.

Neste ano foram inscritas 122 cidades de todas as regiões de Pernambuco, com a participação de 1.464 escolas e 29.280 alunos da rede pública municipal, matriculados no 4º ano do ensino fundamental. Dezenove estudantes participaram da grande final, transmitida ao vivo pelas redes sociais do Concurso, que contou com o patrocínio das empresas e marcas Camponesa, Compare Distribuidora, Sanfrancisco Distribuidora, São Braz e Serasa Experian.

Uma retrospectiva com os vencedores das edições anteriores foi apresentada durante a final. A estudante Ariane Ledite, de Quixaba, primeira colocada no ano passado, declarou que o projeto fez com que ela se tornasse uma leitora habitual. “Passei mais ainda a gostar de livros e a entender que toda mudança no mundo passa pela educação.” Numa homenagem especial ao Dia das Crianças, a menina declamou o poema “Ah, se eu pudesse voltar!”, do poeta e cordelista Bráulio Bessa.

Em outro momento marcante – para homenagear os professores de todo o Brasil –, o estudante Érick Vinícius, de Tabira, vencedor do concurso em 2017, enalteceu a profissão recitando a poesia “A força do professor”, também de autoria de Bráulio Bessa.

“Comemoramos dez anos de Concurso com a certeza de que nosso projeto é muito gratificante para todos que dele participam. É um trabalho em equipe e que tem os professores, que são verdadeiros guerreiros, entre os nossos principais parceiros”, destacou a diretora executiva da Aspa, Nélia Azevedo.

Os finalistas do 11º Concurso Ler Bem leram textos do livro infantojuvenil “O Retorno de Emília: A herança guarani”, da escritora Sonia Rodrigues. Eles receberam notas conforme critérios específicos estabelecidos no regulamento do Concurso: entonação da voz, espontaneidade e pausas determinadas pela pontuação. “A leitura torna a mente mais criativa e o poder de decisão mais aguçado”, declarou a professora Andréa Castro, da Secretaria de Educação do Recife, que fez parte da comissão avaliadora ao lado da pedagoga Roberta Sartori e da professora Elizângela Torres.

Os vencedores do Concurso Ler Bem 2021, além de notebooks, ganharam como prêmio especial hospedagens no Enotel Resort, em Porto de Galinhas, litoral sul do estado, onde participarão e serão homenageados no 20º Encontro Aspa, de 03 a 05 de dezembro deste ano. “Estou muito emocionada e feliz com essa conquista. Agradeço à Aspa e a todos que me deram apoio durante o Concurso, em especial a minha professora Carolina Fonte Lauriano”, disse a primeira colocada, Beatriz Vitória.

O presidente da Aspa, José Luiz Torres, ressalta a importância do Ler Bem. “Nosso projeto social tem como proposta o incentivo à leitura, oportunizando na criança a ampliação do conhecimento e da cultura. Lendo com frequência ela passa a escrever melhor, a se comunicar bem e adquire maior interesse pelos estudos. Esse é um processo natural que o hábito de ler proporciona.” Torres parabenizou as secretarias municipais de Educação, professores, gestores das escolas e, em especial, os patrocinadores e todos os envolvidos na organização do Concurso.

*Com dados da assessoria de imprensa da Aspa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos da doença na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Acesse:

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos do Covid-19 na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Clique na animação para vizualizar:

POLÍTICA DE Privacidade: Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação.