Sinca PR participa do lançamento do Programa Descomplica

Iniciativa do Governo do Paraná visa agilizar e desburocratizar a abertura de novos negócios no estado

Futuros empreendedores paranaenses têm um estímulo a mais para tirar os seus negócios do papel. Isso porque o Governo do Paraná lançou, no último dia 14, o Programa Descomplica, com o objetivo de agilizar e desburocratizar a abertura de novos negócios no estado. O lançamento foi realizado no Palácio Iguaçu com a presença do Governador Carlos Massa Ratinho Junior; do vice-governador do estado, Darci Piana; do secretário-chefe da Casa Civil, Guto Silva, entre outras autoridades, entre elas o presidente do Sindicato do Comércio Atacadista e Distribuidores do Estado do Paraná (Sinca PR), Paulo Hermínio Pennacchi.

O Descomplica é dividido em três etapas – a primeira delas em andamento desde o início do ano, diz respeito à liberação do CNPJ e as autorizações para empresas de baixo risco em menos de 24 horas. O programa ainda prevê soluções para fechamento de empresas, e a instalação de um comitê permanente de desburocratização com a participação da sociedade civil, no qual a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo será uma das integrantes.

De acordo com o governador, a iniciativa visa melhorar ainda mais o ambiente de negócios no Paraná e contribuir para a geração de empregos. “Para abrir um novo negócio no estado levava em média seis dias; com o programa, nós reduzimos para um dia”, resumiu Carlos Massa Ratinho Junior.

O chefe da Casa Civil, Guto Silva, disse que o intuito do programa é deixar a vida do empresário mais simples. “Esse programa vai simplificar os processos com tecnologia e harmonizar os diferentes regramentos. Não vamos permitir que os empreendedores fiquem pendurados em filas atrás de papéis”, afirmou.

O vice-governador do Paraná, Darci Piana, frisou que grande parte do programa está equacionada e as outras duas etapas em andamento. “Isso é um grande começo de um grande projeto que nos tornará o estado mais digital e mais moderno do país”, pontuou.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.