Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Sucessão familiar nas empresas é discutida no Sincadise

Palestrante destaca a atuação dos jovens que sucedem os fundadores, garantindo a sobrevivência dos negócios por gerações

=Os negócios familiares são os que possuem mais respaldo diante da sociedade em que o empreendimento habita, e isso é uma determinante para a continuidade de suas atividades. Pensando na maneira como os negócios devem ser continuados através de gerações, o Sincadise promoveu uma palestra com o especialista em desenvolvimento de negócios e sucessão familiar, Cícero Rocha, durante a reunião com os associados da entidade que agrega as empresas do comércio atacadista e distribuidor de Sergipe.

Cícero Rocha falou sobre a atuação das empresas e dos jovens que sucedem os fundadores das empresas, garantindo a sobrevivência dos negócios por gerações. Segundo ele, a existência dos empreendimentos é o resultado do preparo dos sucessores das empresas familiares, focando no desenvolvimento econômico e social promovido pela empresa no ambiente em que atuam. Cícero destacou a importância da sucessão empresarial como um dos mecanismos mais importantes de expansão das atividades empresariais e geração de emprego e renda para a sociedade.

A reunião contou com a presença do presidente do grupo ABAD Jovens Sucessores, Juscelino Júnior, e do vice-presidente Rodrigo Matos, que falou com os empresários sobre o exemplo bem-sucedido dos negócios de sua família, que se encontram na segunda geração diretiva. O presidente do Sincadise, Breno Pinheiro França, lembrou que sucessão nos negócios familiares é um tema importante a ser tratado e colocou seu exemplo como o resultado da sucessão empresarial.

“O Sincadise se preocupa com a perenidade das empresas e sabe o quanto é importante formar sucessores para o gerenciamento dos negócios. A empresa fundada por meu pai está na segunda geração e eu tenho o dever de garantir sua existência para as próximas. O mercado precisa de mais sucessores se dedicando à administração das empresas, pois apenas 30% das empresas chegam à sua segunda geração e somente 5% vão até a terceira. Precisamos fazer com que os negócios se tornem seculares e para isso é necessário despertar o interesse dos jovens em se engajar no universo administrativo empresarial”.

O coordenador do grupo ABAD Jovens Sucessores de Sergipe, Darlan Rios, valorizou o aprendizado promovido pelo Sincadise e lembrou que a formação dos jovens empresários para seguirem os caminhos das empresas familiares é importante para que o desenvolvimento econômico seja constante.

“Quero agradecer ao Sincadise pela oportunidade que tivemos em aprender com as palestras de Cícero Rocha e do Rodrigo Matos. Vivemos momentos de muito aprendizado e motivação para elevar nossa qualidade enquanto gestores. Ações como essa fazem com que os empreendedores saiam com mais consciência de sua importância para a empresa e das empresas para a sociedade. Aprendemos cada dia mais, desenvolvendo de forma consciente o processo de sucessão empresarial”.

Além das palestras, a reunião do Sincadise contou com a participação das empresas de tecnologia TOTVS e Máxima Sistemas, que mostraram aos empresários soluções inovadoras para os negócios, ampliando a Capacidade de atendimento das empresas.

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.