Nielsen destaca desempenho de 50 categorias de produtos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

Durante o Encontro de Valor 2021, o executivo Daniel Asp de Souza, Business Development Leader da Nielsen IQ, apresentou a nova edição da pesquisa Categorias em Destaque.

Realizada todos os anos pela ABAD em parceria com a Nielsen, a pesquisa traz o comportamento de vendas de 50 categorias de produtos que se destacaram em 485 mil estabelecimentos de todo o Brasil, abrangendo o varejo tradicional (como mercearias, padarias e vendas com atendimento em balcão) e o autosserviço de um a nove checkouts, que inclui lojas do varejo independente e unidades de redes de varejo de pequeno e médio porte (até 1.000 m2).

Em sua apresentação, Daniel Asp revisitou rapidamente as principais tendências do consumo, lembrando que a expectativa é de crescimento para o país em 2021, mas com o bolso do consumidor bastante pressionado em 2022.

“Hoje o consumidor está ainda mais atento aos preços, buscando sempre promoções”, diz Daniel. “Por isso cresce a importância do cash&carry, mas a importância do autosserviço independente nos gastos dos domicílios também ganha destaque, bem como o crescimento do e-commerce.”

Na sequência, o analista destacou que, num mercado de baixo crescimento, o que fará a diferença no desempenho das empresas são os detalhes. Assim, embora commodities e produtos básicos sejam indispensáveis no portfólio, será fundamental entender o comportamento do consumidor em relação a categorias mais premium, associadas a atributos como funcionalidade, praticidade e indulgência. Novos lançamentos e maior disponibilidade também se mostraram relevantes para impulsionar esse consumo.

“Por isso, identificamos o expressivo desempenho de categorias como bebidas energéticas, cafés em cápsula, batatas congeladas, creme de chocolate/amendoim, chás prontos”, diz Daniel Asp. Todas essas categorias apresentaram crescimento acima dos 20%, chegando a 48% no caso das bebidas energéticas.

Para o fim de ano, categorias tradicionalmente mais buscadas devem continuar a ter bastante apelo, como bebidas e produtos de mercearia ligados às comemorações de Natal/Ano Novo como panetones, carnes natalinas e frutas.

O detalhamento do estudo é publicado na revista DISTRIBUIÇÃO de novembro, com as 50 categorias de produtos que tiveram um comportamento diferenciado neste último ano, e listando também outras 101 categorias relevantes para o portfólio do atacado distribuidor.

“O estudo publicado abrange assim um total de 151 categorias nas cestas alimentos, bebidas, produtos de higiene, beleza, limpeza e bazar”, destaca Claudia Rivoiro, editora da revista.

Essa edição especial impressa foi distribuída aos convidados do Encontro de Valor ABAD, mas a versão digital da revista pode ser acessada AQUI.

Acompanhe entrevista com Daniel Asp, da Nielsen:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos da doença na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Acesse:

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos do Covid-19 na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Clique na animação para vizualizar:

POLÍTICA DE Privacidade: Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação.