Revista Distribuição especial traz cobertura completa do Ranking

A revista Distribuição, que completa 27 anos em 2021, fez uma edição especial do Ranking ABAD/Nielsen 2021. Comandada pela editora-chefe Claudia Rivoiro, apoio da Nielsen e do prof. Nelson Barrizzelli, a equipe produziu mais de 150 páginas, sendo 72 com tabelas, artes e gráficos para apresentar o principal estudo do setor.

“Esse é um guia inestimável de consulta para o Canal Indireto. Por isso, nos dedicamos tanto a traduzir os números e apresentar retrato fiel do setor”, afirma Claudia. Como novidade, a revista traz neste ano tabelas específicas apenas com respondentes que atuam no autosserviço e outra com o atacado distribuidor com entrega e outros. Há também 10 análises que incluem números de Frota, Tendências, Marca Própria, Modelo de Operação, Prestação de Serviço, Quartil, Panorama de Consumo, TOP 10 e Comercialização.

A revista começa analisando os impactos que o regime de restrições em razão da pandemia impôs sobre as atividades comerciais em 2020. Para Daniel Asp, da Nielsen, o grande destaque em 2020 foi o e-commerce, que se estabeleceu com importante canal de compras, crescendo 41% em relação a 2019. Para Eduardo Terra, especialista em varejo, 2021 será um “repeteco” de 2020, por isso, ele aconselha o canal indireto a gerenciar atentamente o portfólio para evitar estoque parado ou mesmo gastos desnecessários.

Explicando a queda de 1,8 ponto percentual do setor na participação de mercado, de 53% para 51,2%, o prof. Nelson Barrizzelli afirma que reflete parte da perda ocorrida pelo fechamento de bares e restaurantes e lojas de cosméticos em 2020. “A queda demonstra a heterogeneidade do atendimento do canal indireto, que abastece supermercados, farmácias, padarias, mercearias e açougues, os quais permaneceram abertos e também pontos de vendas que ficaram fechados, de maneira significativa, durante bons períodos do ano passado. Essa venda perdida não se recupera. Não fosse o efeito substituição (de trocar, por exemplo, o alimento pronto pela produção caseira), a perda seria muito maior”, explica.

O presidente da ABAD, Leonardo Miguel Severini, reconhece o Ranking como um estudo de grande importância para o setor, sendo sua divulgação fundamental para se conhecer o comportamento da cadeia de abastecimento. “Além disso, o estudo tem um significado importante para a indústria, para o setor e para os seus clientes, pois fornece dados estratégicos que ajudam na tomada de decisão”, concluiu.

VEJA AQUI o material completo na revista Distribuição digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos da doença na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Acesse:

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos do Covid-19 na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Clique na animação para vizualizar:

POLÍTICA DE Privacidade: Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação.