Decisões Judiciais reduzem impacto do IGP-M em contratos de locação

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Compartilhar no print

As dificuldades da pandemia do COVID-19 e o aumento verificado do IGP-M fez crescer o impasse entre locadores e locatários no contrato de locação.

Em decisões recentes, devido aos efeitos da crise de Covid-19, o Tribunal de Justiça de São Paulo concedeu liminares para substituir o Índice Geral de Preços — Mercado (IGP-M) pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) na correção do aluguel mensal em contratos de locação.[1]

Assim, além do pleito da concessão de descontos em virtude do fechamento de atividades como medida sanitária, agora o reajuste pelo IPCA passou a integrar o conflito entre as partes.

Nesse sentido, novas decisões judiciais do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo permitiram o mencionado reajuste, todavia, de modo provisório, sem prejuízo do retorno do IGP-M e a cobrança do valor a ser retroagido, caso a ação seja julgada improcedente pela Justiça.

Entendemos que o ajuizamento da ação – seja por conta do aumento isolado do IGP-M ou a soma do contexto da pandemia do COVID-19 – constitui último recurso entre as partes no lugar de franca e leal negociação contratual.

ACESSE para ver reportagem do site Conjur.

Para outras informações, entre em contato com a assessoria jurídica da ABAD pelo e-mail juridico@abad.com.br ou pelo telefone (11) 3071-0930.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos da doença na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Acesse:

Protocolo de Funcionamento

A ABAD preparou um protocolo formal para ajudar o setor atacadista e distribuidor a implementar as medidas de prevenção para evitar possíveis impactos do Covid-19 na empresa, nos funcionários e colaboradores e nas relações jurídicas. Clique na animação para vizualizar:

POLÍTICA DE Privacidade: Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência de navegação.